culturix #07

para ver

Cada um na sua casa é um grande sessão pipoca. Rhianna me surpreendeu na dublagem, e mesmo com todas as peculiaridades das personagens, todos “são fofos”.

begin again (Mesmo se nada der certo) é um filme espetacular. Uma boa surpresa não só pela história, mas pela forma como é contada. A trilha musical é um plus de encher os ouvidos e o coração [obs: se você tá balançando no relacionamento, mas tem o coração forte, #fikdik! Heheh…].

Mad Max, que ainda não tinha visto, de fato “cria por si” um padrão novo para filmes de ação. E mesmo a primeira trilogia, me soa o futuro mais factível em relação as posturas da humanidade.

De filmes antigos, mensagem para você também foi uma surpresa por ser um filme romântico que usa outro caminho para sua obviedade. Fora que apresenta lindamente Nova Iorque para quem nem pensa nela.

para ouvir

Emili Sandé. Não é uma voz singular, aliás, poderia se encaixar em qualquer girl pop band se fosse mais nova / tivesse o perfil visual pretendido pra esse produto musical.

Mas é uma interprete pra ir pra primeira grandeza. Ela tem outros sucessos como next to me e read all about it. Mas my kind of love é um desbunde, tanto de letra, quanto de canto.

para ler

Na revista vida simples, sempre dá pra parar e pensar um pouco melhor no nosso tempo. E podemos pensar sobre “como encontrar a felicidade”, e em distribuir amor no sentido literal.